No dia 19 de março de 2016, a convite do Marcelo Ozório, na época responsável pelo Núcleo Educativo da Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, fizemos um experimento sonoro na sala de música da antiga morada de Mário de Andrade, na Barra Funda. A ideia era falar sobre minhas andanças no mundo da pesquisa musical em 78 rpm. Para somar as descobertas musicas à minha experiência como radialista, resolvemos mostrar algumas gravações queridas de músicas e trabalhos fazendo um programa de rádio transmitido ao vivo pelo aplicativo MixLR. Apesar das atrapalhadas técnicas, a manhã foi emocionante, a casa vibrou com aboios e serenatas, e o público participou do programa fazendo leituras de textos sonoros do Mário de Andrade.

Na seleção, Aboio (Paraíba – Missão de Pesquisas Folclóricas 1938), Aboio Apaixonado (Luiz Gonzaga), Do Pilá (Jararaca, Zé do Bambo e Augusto Calheiros, 1938), O Bôto (Tom Jobim – 1976),  Foi Boto Sinhá (Gastão Formenti, 1934), Bendito de gratidão (Mário de Andrade 1942), Canto de Pedinte (Missão de Pesquisas folclóricas, 1938), Entrevista com Inezita Barroso (2013), Entrevista com Vanja Orico (2014). No player, a primeira parte da transmissão.

IMG_5797image1